Vereador espera que empresas e operários do complexo de viadutos do Imbuí cheguem a consenso

O vereador Euvaldo Jorge (PP), presidente da Comissão de Trânsito, Transportes e Serviços Municipais da Câmara, afirmou esperar que o consórcio Terrabrás – responsável pelas construção do complexo de viadutos do Imbuí e alargamento da Avenida Pinto de Aguiar – e os 650 funcionários envolvidos nas empreitadas cheguem logo a um consenso para que as obras, que estão em ritmo acelerado, não sejam prejudicadas. Os operários entraram em greve nesta quinta-feira (06) para reivindicar horas extras atrasadas, adiantamento quinzenal dos salários, reajuste no valor das sextas básicas e a Participação no Lucros e Resultados (PLR). “Nesta semana, o próprio governador Jaques Wagner visitou o canteiro de obras na Paralela e disse que a previsão de conclusão seria em meados de julho. Esta é uma intervenção importante para a cidade, uma vez que otimizará a fluidez do tráfego, reduzindo consideravelmente os congestionamentos em pontos críticos”. Por ser morador do bairro do Imbuí há 34 anos, durante a assinatura da ordem de serviço para construção do complexo de três viadutos e vias marginais, em abril passado, o governador Jaques Wagner definiu o líder pepista como o ‘fiscal‘ da obra, e desde então o edil vem acompanhando o andamento dos trabalhos, além de propor complementações ao projeto original como a construção de uma via que ligasse a Paralela ao bairro do Stiep (já anunciada pelo governo do Estado), bem como a duplicação da Avenida Jorge Amado, que receberá um volume muito maior de veículos após a conclusão das intervenções.